Parque Tecnológico da UFRJ passa a integrar o Centro de Investigação Internacional do Oceano Atlântico

18/12/2018

A Universidade Federal do Rio de Janeiro assinou um memorando de entendimentos com o Atlantic International Research Centre – AIR Centre, projeto que tem como objetivo promover novos conhecimentos sobre mudanças climáticas e questões relacionadas ao Atlântico, conectando tecnologias de águas profundas a tecnologias espaciais através da cooperação global. A implementação da parceria tem sido conduzida pelo Parque Tecnológico da UFRJ e pelo Laboratório de Métodos Computacionais da COPPE (LAMCE/COPPE).

O acordo prevê a instalação de uma unidade de referência do Air Centre no Parque Tecnológico da UFRJ com o objetivo de identificar áreas de interesse científico e tecnológico mútuo que abordem as prioridades regionais e os desafios globais, uma vez que a agenda científica do Air Centre está alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.  A iniciativa contribuirá para transformar o Parque, com o suporte do Laboratório de Métodos Computacionais da COPPE (LAMCE/COPPE), em um living lab (laboratório vivo) para a criação e demonstração de soluções inovadoras para o Oceano Atlântico. Temas como internet das coisas (IoT), ciência de dados e cidades inteligentes são exemplos de tópicos a serem trabalhados.

A assinatura do convênio ocorreu durante o evento “The 4th AIR Centre High Level Dialogue”, realizado em Las Palmas de Gran Canaria, nas Ilhas Canárias, na Espanha, no início de dezembro. A participação do Parque Tecnológico da UFRJ nessa rede internacional possibilita novas oportunidades para atividades de pesquisa interdisciplinar aplicada e para a geração de empresas inovadoras (startups) baseadas no conhecimento gerado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

A reunião contou com a presença de autoridades da países americanos, europeus e africanos. O Gerente de Desenvolvimento Institucional do Parque, Leonardo Melo, participou do painel  “Accelerating innovation and entrepreneurship”, que também teve a presença do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, Manuel Heitor.

Com sede física nos Açores (Portugal), o AIR Centre é um projeto que congrega governos, universidades, centros de investigação e empresas internacionais. Os países fundadores são Portugal, Espanha, Brasil, Angola, Cabo Verde, Nigéria, Uruguai, São Tomé e Príncipe, juntamente com o governo regional dos Açores. São ainda observadores, nesta fase inicial, o Reino Unido e a África do Sul.

Facebook
YOUTUBE
LINKEDIN