Exposição de obras a partir do lixo da Baía de Guanabara, plantio de mudas e palestras inauguram Semana do Meio Ambiente no Parque

Exposição de obras a partir do lixo da Baía de Guanabara, plantio de mudas e palestras inauguram Semana do Meio Ambiente no Parque

01/06/2015

meioambienteexpoRealizadas pelo Parque Tecnológico da UFRJ em parceria com a Incubadora de Empresas da Coppe/UFRJ, a Escola de Belas Artes (EBA- UFRJ) e o laboratório Fundo Verde, as atividades desenvolvidas para celebrar a Semana Nacional do Meio Ambiente atraíram a atenção de alunos e visitantes que passavam pelo Parque.  Hoje, foi realizado o painel Sustentabilidade Urbana – Aplicações do conceito de cidades inteligentes, com a participação de representantes de empresas privadas, governo e universidade. Além do debate, os visitantes puderam conhecer as exposições Memórias do Boto, onde 45 esculturas retrataram traços e passagens da história do Rio de Janeiro por meio da intervenção artística em esculturas de botos; e O Mar não tá para peixe, com obras feitas a partir do lixo recolhido na Baía de Guanabara, que margeia a Cidade Universitária.

Amanhã, dia 2 de junho, será oferecida uma oficina de construção de objetos em bambu e, no dia 3, realizado o painel Baía de Guanabara – indicadores de qualidade, seguido de uma oficina para a criação de hortas urbanas. Em todos os dias, os visitantes poderão participar do plantio de mudas de árvores e ver as exposições Memórias do Boto e O Mar não está para peixe, ambas realizadas por alunos e professores da Escola de Belas Artes.