Siemens, empresa do Parque Tecnológico da UFRJ, firma acordo com a universidade para mapeamento de startups brasileiras

Siemens, empresa do Parque Tecnológico da UFRJ, firma acordo com a universidade para mapeamento de startups brasileiras

27/05/2015

A Siemens assinou acordo de parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), por meio da Incubadora de Empresas da COPPE/UFRJ, para realizar um estudo abrangente do cenário de startups no Brasil, com o objetivo de identificar os modelos de interação entre grandes empresas e startups.

“Além de já atuar como facilitadora para definição e priorização de mais projetos em conjunto com alguns dos mais importantes centros mundiais de pesquisa e tecnologia, a Siemens procura desenvolver programas de gestão de inovação com a UFRJ para detectar, fomentar e acelerar projetos objetivos com áreas de competência da instituição”,destaca o Diretor de Estratégia e Inovação da Siemens no Brasil, Ronald Dauscha.

A parceria da companhia com as universidades está alinhada com a estratégia de inovação da Siemens, que vê nas startups uma grande oportunidade de desenvolver e incentivar o surgimento de novas tecnologias no País.

No Brasil, por exemplo, a empresa já promove iniciativas que buscam identificar e estimular startups brasileiras promissoras, por meio do programa New Ventures Forum que já está na segunda edição. “É importante fomentar inovação e pesquisa onde quer que ela ocorra. A UFRJ está na vanguarda da pesquisa de alta qualidade no Brasil”, complementa Dauscha. ´´A  Siemens pretende aplicar os conhecimentos adquiridos no estudo para reformular seu programa interno de interação com os novos empreendedores.´´

Cultura de Inovação

A Siemens celebra anualmente cerca de mil parcerias com institutos e universidades ao redor do mundo, como MIT, Princeton, Instituto Max Planck e, mais recentemente, com a  universidade alemã Friedrich-Alexander-Universität Erlangen-Nürnberg. No Brasil, já assinou cooperação com instituições de ensino e pesquisa da Universidade de São Paulo (USP), Campinas (Unicamp), PUC de Curitiba, UNIFEI – Universidade Federal de Itajubá e Hospital Sírio Libanês, entre outros.

Desde a sua fundação, em 1847, a Siemens direciona suas ações no caminho da inovação e um dos valores da empresa é acreditar que esta é a chave para maior competitividade, produtividade e sustentabilidade. Atualmente, a empresa conta com cerca de 30 mil profissionais focados em pesquisa e desenvolvimento distribuídos em 160 centros, sendo oito deles no Brasil. “O resultado destes esforços é refletido nas mais de 60 mil patentes da Siemens que estão em vigor pelo mundo. Assim como uma série de inovações realizadas localmente e com grande relevância global”, afirma Dauscha.

A empresa também está atenta ao mercado brasileiro e aos empreendimentos promissores, que integradas ao grupo Siemens passam a dispor de recursos, acesso aos novos mercados e à rede tecnológica da empresa, elementos cruciais para que se transformem em global players. Dois exemplos positivos da empresa foram as fusões com as empresas Senergy e Chemtech.

Em 2012, a Senergy, líder em soluções de medição de energia, foi integrada ao grupo Siemens e passou a oferecer ao mercado um portfólio único de software e serviços para a redução de perdas elétricas. Outro exemplo, a Chemtech,  empresa adquirida integralmente em 2008, mas já contando com recursos pelo Grupo Siemens desde 2001,  se tornou uma referência global em engenharia de processos.

A Incubadora de Empresas da COPPE/UFRJ

Fundada em 1994, a Incubadora de Empresas da COPPE/UFRJ é um ambiente especialmente projetado para estimular a criação de novas empresas baseadas no conhecimento tecnológico gerado em grupos de pesquisas localizados na UFRJ. Atualmente, 30 empresas estão instaladas na Incubadora, que já formou outras 52 companhias que hoje estão no mercado. A atuação da Incubadora da COPPE UFRJ está focada principalmente nas áreas de Petróleo e Gás, Energia, Meio Ambiente e Tecnologia da Informação. Os empreendedores recebem orientação empresarial especializada nas áreas de marketing, finanças, jurídica, contábil, comunicação e desenvolvimento pessoal. Esse acompanhamento permite que os empresários gerenciem melhor seus negócios e direcionem o foco no mercado em que atuam.